A estreia em Maratona de estrada.

Desde que corro, sonho em realizar a Maratona. Não uma maratona qualquer, a Maratona onde tudo começou.

No ano 490 a.c Feidípedes correu cerca de 40 km entre o campo de batalha de Maratona até Atenas para avisar aos cidadãos da cidade da vitória dos exércitos atenienses contra os persas e morrido de exaustão após cumprir a missão.

Desde que calço os ténis de corrida muita coisa mudou. A minha paixão pelo trail runing veio aumentando de dia para dia e o entusiasmo pelas provas de estrada tem vindo a diminuir exponencialmente.

Não estou preparado para fazer um grande tempo na prova, não tenho feito muitos kms em estrada e os que faço só por uma vez passaram os 27km, o que é realmente muito pouco para quem ambiciona completar a prova rainha do atletismo.

Lembro-me que na minha estreia na meia maratona estava ansioso e cheio de vontade de alcançar a meta. Hoje nada disto se passa, estou tão tranquilo como num dia de treino e sinto-me mal com isso. Enquanto atleta tenho que estar sempre com a ficha ligada, a viver ao máximo todos os momentos e desafios a que me proponho. Esta minha apatia deixa-me chateado. Hoje para tentar que o bichinho tome conta dos meus pensamentos decidi escrever para me sentir mais nervoso e tentar criar um objectivo e um compromisso tão grande como a prova de domingo. 

O amigo Simão parecia estar a adivinhar esta minha angústia e durante a semana enviou através do youtube o video:


A amizade é mesmo assim!

Dei comigo a pensar, quantos amigos tenho que já fizeram uma Maratona? 

Não amigos que a corrida me apresentou, amigos que tenho desde sempre, desde a infância, juventude, universidade?

Um, tenho um amigo que é Maratonista, o Luzio que é o meu companheiro da corrida.

Ora bem, se eu tenho um, os meus amigos, esses tais, de sempre, também têm um, alguns nem isso.

Por isso tenho que fazer o meu melhor e ligar a ficha o mais rápido possível, que isto não é só ir ao Porto fazer 42km e vir para casa como se nada fosse.

Não, o grupo dos Maratonistas merece mais respeito do que o que tenho tido até então.

Xico da Boina abre a pestana e faz o favor de dar às pernocas!