adidas

Blog Detalhe

Vicentes na Meia Maratona do Douro Vinhateiro

27 de maio de 2017, Loures, 7 da matina, hora marcada e combinada com os amigos e Vicentes doidos e apaixonados por esta loucura da corrida. Foram dias e dias de organização para esta prova que desde o ano passado eu estava desejosa de fazer. Transporte, hotel, quartos, camas, comes e bebes para o piquenique, agradar a gregos e troianos... ui cada vez mais entendo a Sandra Ramos Claro! E lá fomos nós para o Peso da Régua correr  A mais bela corrida do mundo!!!! A Meia Maratona do Douro Vinhateiro!


A viagem correu lindamente, com algumas paragens e fotos, estávamos todos entusiasmados, falámos de outras provas, as que ainda queremos fazer, e a combinar já outra viagem internacional, mas isso são outras histórias...


Quando chegámos a Peso da Régua procuramos um local para o nosso almoço, junto ao maravilhoso Douro. E que belo piquenique que foi! Tínhamos direito a tudo, frango, leitão, batatas fritas, bebidas, pão, queijo e o presunto claro!! E fotos e mais fotos..




Próxima etapa: levantamento do dorsal no Museu do Douro. Para quem não sabe levantar o dorsal numa prova destas é sempre uma festa! Temos promoções para todos os gostos, ofertas das várias empresas patrocinadoras e claro mais fotos e fotos... imaginem lá um grupo grande de Vicentes de camisola amarela a entrar pelo recinto, AHAHAHA!



Jantar Pasta Party. Massa, esparguete, hidratos!!! No dia seguinte íamos correr 21 kms tínhamos de abastecer e bem!!! 




Depois de mais fotos e desta vez com os jornalistas da TVI que apresentavam o Jornal da noite, o entusiasmo era grande, estávamos mesmo muito contentes pelo que íamos fazer, muitos do grupo só se conheciam em treinos ou provas e nunca tinham tido oportunidade de conversar ou conhecer-se melhor e é por isso que gosto tanto de correr, pelo meio conhecemos histórias de vida fabulosas tão idênticas às nossas, com dor, alegria, tristezas, e estamos mesmo junto às pessoas. Quantas vezes numa prova abraçamos alguém que nem conhecemos assim tão bem mas por pertencer a este grupo, sabemos que fazemos parte da mesma "família"? E claro, todos corremos que nem doidos!!

 Bem de volta ao hotel e toca a dormir.

Ui... dormir... como vamos dormir se no dia seguinte vamos correr 21kms no Douro Vinhateiro?? Tantas imagens e pensamentos nos surgem na mente:

"Se eu não conseguir?"

"Se me der uma dor de barriga?"

"Se as pernas não quiserem correr?"

Ou como eu muitas vezes digo: "pessoal vamos fazer o treino longo da semana?"

Colocar o dorsal, separar a roupa a usar, tirar mais uma foto para publicar (muita foto tiramos nós "POXA!" Achavam que era só correr?? Ahahaha) e tentar dormir!! 

No dia seguinte o entusiasmo era contagiante, estávamos todos com um sorriso, cheios de sono mas ansiosos pela prova. A viagem de comboio até à partida foi curta mas muito bonita, já se podia antever toda a beleza do local, quando saímos e avistamos a Barragem de Bagaúste, aí sim podemos concluir que realmente o nosso país tem lugares maravilhosos!!!


Todos juntos lá nos fomos colocando na linda da partida, e já se começava a sentir o calor... AI O CALOR!!




Sincronizar relógios, GPS, música, Strava (às vezes interrogo-me porque precisamos de tanta tecnologia para correr...) e lá fomos nós. Não interessa a velocidade, os tempos, todos estávamos ali para correr 21 kms e íamos o fazê-lo! É pah e só isso pessoal é mesmo algo magnífico não acham??

A minha experiência após inúmeras meias maratonas que tenho no currículo (ui até pareço uma atleta! Ahahah) esta foi difícil por causa do calor e das alergias. Até ao km13 senti-me espectacularmente bem, a partir daí foi difícil, o meu amor Ricardo Santos apanhou-me durante o percurso e sentiu a minha dificuldade, não me deixou até ao fim, o que podia o fazer pois ia solto e bem, mas quis puxar por mim, agradeço e muito, terminei com ritmo de 5:18/km, o que dada a dificuldade que senti foi uma vitória! 

Sobre o percurso: É MESMO COMO DIZEM: Lindo, lindo, lindoooo!!!




O apoio na estrada é óptimo, aquele delicioso grupo de freiras do grupo de teatro TEATRAÇO fez animar e muito o pessoal (houve muitos de nós que realmente pensaram ser freiras verdadeiras, eu era uma delas!!).

Ouvir durante todo o percurso: FORÇA VICENTE, vá Lisboa Força, ou até: QUERO PERTENCER AO VOSSO GRUPO, são frases de incentivo que não deixa ninguém indiferente.

A entrada na cidade e a passagem pela ponte é algo único, aquela descida até à meta, onde um apoiante corredor ainda nos grita:

"Baixem os ombros, soltem os braços, passada larga e solta!!" E fazer o último km leve foi deveras fantástico! 

Claro, na Meta emocionei-me e muito (mas para quem me conhece já sabe que esta água salgada aparece muitas vezes nos meus olhos), consegui chegar ao fim, mais uma meia maratona feita, e num local lindíssimo!!


Organização TOP, abastecimentos óptimos, muita água e os vários banhos de mangueira dos bombeiros foram muito importantes.

A corrida tem-me levado a locais mágicos, a realizar sonhos, a conhecer novos países, novas amizades, e estar neste grupo de corrida é algo mesmo extraordinário, obrigada Bruno e Sandra Claro pelo CORRER LISBOA.

Mas obviamente não posso deixar de agradecer uma vez mais a vocês que me acompanharam neste fim de semana louco e embarcaram nesta aventura comigo. Muitas mais quero fazer, preparem-se para serem desafiados!!

Pessoal 2 palavras para este fim de semana?

BRU TAL!!!!


Obrigada: Ricardo Santos, Luísa Candeias, Paula Ventura, Isabel Rodrigues, Inês Delgado Brito, Elisabete Costa, Jorge Costa, Nuno Silva, Bruno Eu, Cristina Madanços, Alexandra Cardão, José Marques, Carlos Batista, Daniel Veríssimo, Jalmor Mor e Augusto Ferreira.

Sem vocês nada disto teria sido possível! Gosto tanto de vocês!! OBRIGADA!!

Morada

Contactos