adidas

Blog Detalhe

Demasiado pálido... para ser Queniano #42 - 4ª Meia Maratona de Coimbra

Olá a todos ;)


Há dias fui correr a Meia de Coimbra, era mais uma que ainda não estava riscada do mapa.

Pelas minhas contas das 61 meias em Portugal, esta foi a 23ª.

Tinha visto no evento que íamos +/- uns 4 do Correr Lisboa. No dia anterior lá fui tratar de levantar o dorsal, estava hospedado numa residencial a pouco mais de 1km, tanto da partida como do edifício onde se levantava os dorsais.

O único "problema" é que era sempre a subir até lá :) O edifício era o Colégio de Jesus na Universidade de Coimbra, e como tem sido hábito é tudo muito rápido.

Ao mostrar o comprovativo, entregam-nos o dorsal e um papelinho com o tamanho da t-shirt, no meu caso M, para se levantar num outro local. Em poucos minutos a coisa ficou tratada.

Tinha chegado a Coimbra bastante cedo, e ainda dei lá umas voltas para fazer tempo para o almoço, procurei no site happycow.net onde poderia comer num local Vegan.

Encontrei apenas 1 referência e ficava no que parecia um centro comercial chamado Galerias Topázio. 

Lá fui, apesar de ainda ser cedo de mais, quis verificar se existia mesmo e se estava aberto,  senão teria de ir procurar uma alternativa.

Ao entrar no edifício, reparei que só havia mini mercado e um restaurante creio que húngaro abertos. 

Todas as outras lojas estavam fechadas... sem nada, o restaurante ficava no 3º piso.

"Hummmmmmm.... não vai correr bem..."

Lá fui subindo as escadas e comecei a ouvir música lá ao fundo.

Ao chegar à porta bati a ver se alguém me atendia... lá dentro ouvia-se AC/DC aos berros... Mas aos berros mesmo :)

Passado um pouco uma rapariga abriu a porta.

Perguntei se iam estar abertos e já agora o que é que havia para almoçar pois o papel que estava na porta falava em preços e menus mas não os pratos mesmo.

Lá me disseram os pratos que tinham e lá fui para mais um giro.

Quando voltei, as portas já estavam abertas e nada de AC/DC :) e já lá estava uma pessoa também para almoçar.

O restaurante era no fundo um refeitório, pegava-se num tabuleiro e a pessoa escolhia o que queria de 3 opções.

Havia a versão menu que incluía prato, sopa, chá e também com a opção de sobremesa.

Pensei... "Hummm... local Vegan... num centro comercial +/- abandonado... não deve ter muito sucesso..."

Pedi a opção com sobremesa... arrisquei pois quando como coisas com chocolate antes das provas depois recinto-me, mas que se lixe, se calhar desta vez não acontece nada.

Enquanto pedi as coisas e paguei, a fila de pessoas de repente começou a crescer...

Comecei a comer e a fila já estava maior, e quando acabei ainda havia gente a chegar.

Fiquei admirado com tanta gente a aparecer :) :)

A comida estava muito boa, aconselho  ;) "Cozinha Consciente"


Dia da prova.


Acordei cedinho, tomei banhoca, tomei o pequeno-almoço e voltei para a cama.

...

Sim, foi mesmo esta a ordem, e ainda fiquei 1h na cama antes de me levantar.

A ideia é fazer ainda a digestão bem antes de começar a correr.

Estava eu ainda deitado e recebo uma mensagem do Pedro Fernandes.

"Ahh e tal estás em Coimbra ?" Atenção, não foi tal e qual assim, sou eu já a ficcionar :)

Mas ele ontem tinha ido fazer um trail de 50km !!! :O

Era ele sim e tinha mesmo feito o trail, lá combinamos nos encontrar.

"Mas que maluco, fez ontem 50km e agora mais uma meia ?!?!"

Depois de nos encontrarmos, fomos à secretaria da prova e deu para mudar o dorsal dele de 21km para 10km.

Ele disse que se tivesse que ser até faria os 21km, mas estava cansado das pernas então preferiu fazer 10, e acho que fez bem.

Andámos por ali a aquecer às voltinhas numa rua conversando e aos poucos e poucos fomos encontrando mais malta "amarela".

E um, e outro, e mais outro... a coisa foi-se compondo e afinal já éramos vários :)


E não estávamos aqui todos. Depois desta foto ainda apareceram mais 3 :)

Pouco depois das fotos, ainda fui fazer uns arranques ali ao pé só preparar o corpo para os km iniciais.

Sabia que o início era quase sempre a descer, a ideia então era aproveitar a descida para ganhar algum tempo.

Fui andando para a zona de partida e lá me consegui colocar bem perto da partida.

Enquanto esperava, ia pondo-me em bicos de pés, alternando entre uma perna com a outra, numa tentativa de manter os tornozelos quentes.

Enquanto estava nisto sinto um toque no meu ombro direito...

Olho para trás e lá estavam mais 2 "camadas", era o Pedro Soares e o José Moreira.

Lá nos cumprimentámos e desejámos boa prova.

Dada a partida, lá me fiz à minha vidinha...

Apesar de ter arrancado bastante da frente, ainda fui ali no meio de muita gente um pouco aos "esses", como muitas das descidas eram bastante íngremes não arrisquei tanto como poderia.

Ia descendo, descendo, descendo... 

Pelo km 2 passámos ao lado do estádio Municipal onde joga a Académica.

Pouco depois reparo num corredor que tinha uma camera estilo GoPro presa na cabeça com uns elásticos próprios.

Lembrei-me que já uma ou duas vezes encontrei no YouTube filmagens de provas em que participei e por vezes até apareci por uns instantes. Pensei que até podia ser esse rapaz, mas eu não o conhecia.

Fomos ainda correndo +/- lado a lado durante alguns km. Não lhe cheguei a perguntar se era ele ou não pois não sabia como o identificar, e na verdade ainda não sei pois não lhe olhei para a cara :|

Mas e não é que era ele ? Descobri depois de o Sérgio Fernandes me ter enviado um link em que eu aparecia :D 

Mas desta vez pelo que vejo no vídeo ele foi para os 10km.

Eu começo a aparecer pelo min 8:40 

Aos 3 km, vejo à minha frente uma camisola do Correr Lisboa.

Pensei "Epah afinal ainda havia mais gente do grupo."

Quando me cheguei mais perto reparei que era o Pedro Soares.

Ele arrancou atrás de mim, no entanto ia à minha frente :D Teve um arranque bem mais forte que o meu.

Ao passar por ele disse "Bora Pedro !". Esta parte também aparece no vídeo, e as descidas lá continuavam.

No km 4 chegávamos então à Avenida Emídio Navarro já junto ao Rio Mondego.

Ai sim, já se corria no plano, pouco depois seguíamos para a Rua Ferreira Borges, a principal rua de comércio de Coimbra.


Pouco depois entrámos numa rua em que todos os atletas que iam à minha frente corriam pelo lado esquerdo, e decidi ir pelo lado direito da estrada, pois assim ia pela sombra ;) (também se vê no vídeo ah ah ah)

Até ao km 8 correu-se sempre dentro de Coimbra. Toda essa parte gostei, apesar de já se terem acabado as descidas, continuava a manter um ritmo abaixo dos 4m/km.

Isto tem sido muito fruto dos treinos que tenho feito para a maratona já dia 19 de Novembro. Antes a correr bem, só os primeiros 2 ou 3 km corria abaixo de 4m/km. Agora aguento-me muito melhor a ritmos mais altos.

O 1º km acima dos 4m/km foi ao 11º, e a partir dai é que não não baixei dos 4 mas mantive-me sempre nos 4m e muito pouco.

Voltando um pouco atrás, no km 8 entrávamos numa zona muito mal alcatroada e cheia de buracos, tinha de estar com muita atenção ao piso para não me magoar.

Era uma estrada já bastante antiga que seguia junto a um curso de água, entrávamos então na Mata Nacional do Choupal.


Daqui em diante a prova perdeu bastante a piada, pelo menos para mim.

Apesar de ir bem em termos de ritmo, a temperatura estava relativamente agradável, começou fresca a prova mas já começava a aquecer um pouco, não tanto como esperávamos mas ainda bem suportável.

Perdeu a piada pois era uma zona em que não havia nada para se olhar a não ser em frente e tentar não pisar um buraco.

Ao km 12 passávamos uma ponte de modo a passarmos por cima do Mondego.


Do outro lado seguimos em direcção a jusante do rio e pelo km 14 e pouco fazia-se o retorno agora já sempre deste lado do rio.

Ao fazer o retorno senti uma coisa que ainda não tinha sentido... o vento.

Não estava um vento forte, mas era o suficiente para termos de nos cansar mais para manter o mesmo ritmo.

Na altura senti que quebrei um pouco ai. Pelo que vejo nos dados do relógio, o tempo por km aumentou mas apenas uns 3 ou 4 seg/km, durante a prova parecia mais.


Deste lado a estrada já era beeeeeemmmmm melhor ;)

La me fui aguentando o máximo que podia. Reparei que estava a fazer um óptimo tempo, as descidas obviamente ajudaram imenso e mesmo nas zonas planas tinha-me aguentado metade da prova abaixo dos 4m/km.

Agora era tentar aguentar o melhor possível os km finais.

Pena que não havia apoio nenhum deste lado, nem nada para ir olhando e passar melhor o tempo ;)

Ao entrar no km 19 já se voltava a ver Coimbra... já faltava pouco.


(O truque não é correr, é voar)

Já se via a Ponte de Santa Clara ali ao fundo, cheia de bandeiras do Município :)

Aqui sim já voltava a ser lindo correr e já havia de novo algum apoio popular.


Feita a ponte virava-se à direita e lá ao fundo a meta com o seu tapete verde que é hábito nas Running Wonders.

Aqui fui buscar ainda energia que andava por ali algures e lá acelerei bastante na recta final.

Passei a meta num ritmo de 3:23min/km lolol 

Aiiiiiiiiiii onde é que anda esta energia quando às vezes precisamos...


(Lá está... não é correr, é voar)

Isso de tocar com os pés no chão é tão 2013...

Bom, finalizei com 1h23m45s.

Tem piada que só no treino de 3ª feira a seguir é que o Pedro Serra me disse que o meu tempo era no fundo "12345" :)

Não tinha reparado até então.

Foi o meu melhor tempo na distância. Mas prefiro ficar com o meu anterior melhor tempo pois este teve uma enooooorme ajuda das descidas sendo o resto plano.

Até ao fim do ano ainda irei ter um Meia......... Essa sim vai ser tudo menos plana.

Mas ainda antes dela vou ter agora a Maratona de Valencia !

A tal que ando desde Abril em treinos para ela... vamos ver como corre ;)


Boas corridas !


PS : Para os mais marotos, esta foi a minha 69ª corrida.

Morada

Contactos