Olá a todos de novo ;)


Em Fevereiro fui fazer a Meia de Cascais. Já tinha em tempos corrido por esses lados ainda antes de pertencer ao Correr Lisboa.

Em Março de 2014 tinha feito a BES Cascais de 12195m. Eram 4 provas em que o somatório dava o equivalente a uma maratona.

Lembro-me relativamente bem desse dia, estava a chover bastante, fez muito vento e fui a correr a 2ª parte da prova toda com um atleta na casa dos 60 e poucos, e seguimos juntos até ao fim.

Ora este dia parecia uma fotocópia desse...

Fui para a prova junto com a família Ribeiro mais a Susana Amorim.

Chegados lá, fomos em direcção à zona da partida ter com o pessoal e ver onde era o bengaleiro.

A malta queria ainda beber um café e lá nos dirigimos a um lá perto.

Pouco depois, lá tirámos a foto de grupo :)


Fui largar o meu saco com comida e roupa para o pós a prova e lá seguimos uns quantos para o aquecimento.

Connosco seguiam também o Tiago, a Luísa, o David, a Sarinha e o Pedro Canela.

Fizemos o aquecimento onde dentro de pouco tempo íamos passar durante a prova, e lá íamos em amena cavaqueira.

Eu ia correr a prova só com a camisa de alças, mas como estava algum vento ainda vestia o corta vento.

Já tinha entregue as coisas no bengaleiro e agora estava a ver que ia ter de correr com aquilo à cintura pois já estava a ficar com calor, a minha sorte foi ter visto a Cristina Ribeiro e lá lhe dei o corta vento, obrigado ;).

Ao voltarmos já faltava pouco para o início da prova, despedimos-nos uns dos outros e lá fomos para as caixas de tempos respectivos.

À conta ao meus últimos tempos, consegui partir no grupo dos Sub 1h25, à nossa frente já só estava a Elite... "Vocês não perdem pela demora meus meninos... Muah ah ah !!!" . :D :D :D 

Estava eu a pensar em sei lá o quê, e dou conta de repente que o David estava mesmo ao meu lado.

Falámos ali um pouco mas ele não estava assim muito confiante. Imaginem se ele tivesse. (mais disto lá à frente)

Tinha colocado o relógio a me avisar caso se fosse abaixo de 4:04. Apesar de no mês anterior ter batido o meu tempo nos 21km, esta prova tendo alguns altos e baixos, mais o vento como agravante, sabia que não iria dar para correr do mesmo modo, além disso nem todas as provas dá para se correr que nem um louco como se não houvesse amanhã... Vamos lá ver como corre pensei.

Dada a partida lá saímos disparados, e começámos logo a subir, e ainda no 1km, o Pedro Cardoso passa por mim. Mesmo eu tendo tido um arranque forte no 1º km ele ainda ia mais rápido, nem sequer tentei ir com ele ah ah ah

Pouco depois passa-me também o Nuno André, outro doido :).

Após a 2ª rotunda a coisa acalmava um pouco, ou seja, tinham acabado a subida, e seguíamos em frente na Avenida Infante D. Henrique até à 2ª rotunda onde fazíamos o retorno.


Ao fazer o retorno, começou o costume... "Vai Vasco !", "Força Vasquinho !", "Dá-lhe Queniano !" ah ah ah

A todos (creio) respondi em voz ou com um fixe, e ao ter terminado a avenida quem é que estava lá ?

A claque de apoio !

Claro que retribui com uns beijinhos :)

Seguíamos em frente em direcção à marginal, aí é que começava o sofrimento.

Quando corri em 2014 o vento estava no sentido de quem já vinha para a meta, desta vez era o contrário.

Estávamos então com 4km e pouco. Eu tinha a ideia que esta parte até ao retorno era relativamente plana.

E não, não era... Não é um sobe e desce, mas para a ideia que eu tinha ia custar mais.

Lá fui seguindo... até ao km 10 consegui correr sempre na casa dos 3:50 e tais, mas fui sempre a pensar na porcaria do vento, e aquilo moía-me o juízo à brava.

Ainda antes de chegar lá, pelo km5, vejo o Nuno André a parar e a puxar as meias de compressão para baixo.

Não sei o que se passou, mas (como é óbvio) passado lá uns km lá ele me apanhou e seguiu eh eh eh.

Por volta do km 7/8, ia a correr junto com um pequeno grupo de uns 5 atletas.

Seguíamos correndo em silêncio, até que um deles diz...

"Epah podíamos ajudar-nos uns aos outros correndo em fila e de minuto a minuto o da frente sai e o 2º vai para a frente, e vamos puxando uns pelos outros."

Ao qual respondi "Por mim vamos a isso, eu estou a correr na casa dos 3:50's, é essa a ideia ?"

"Sim isso mesmo."


Lá nos alinhámos em fila... Pensei "Mas como é que vamos controlar a questão de minuto a minuto ?"

E passado pouco tempo o rapaz que teve a ideia disse "Troca !"

E lá fui para a frente. Fizemos isso algumas vezes, quando estava a meio da fila, não corria exactamente atrás mas um pouco de lado, pois gosto de ver sempre bem o chão que vou pisar.

De tempos a tempos o que organizou o grupo dizia "Está a quebrar, é para acelerar.".

Passado um bocado, um atleta de vermelho, não dei conta se vinha de trás ou se o tínhamos apanhado ficou à nossa frente, e ao ouvirmos o "Troca !" ele permanecia lá à frente.

Isto aconteceu umas 2x ou 3x.. Até que o organizador disse "Mas esse gajo está a fazer o quê ?".

O de vermelho ia ouvindo música, a ideia que tenho é que ele nem se apercebeu de nada, e aos poucos até se afastava um pouco, então o organizador disse "Vou esmifra-lo !".

Por momentos pensei que ia haver algo grave, mas afinal ele aproximou-se do vermelho que ia mais rápido que nós e acabaram por seguir os juntos...

Não me apercebi se ele foi ter com o outro tipo picanço.

Pensei "Olha porra, lá se foi a entreajuda."

Pouco depois sou apanhado pelo José Pais e pelo Agostinho, ainda consegui ir com eles um pouco, mas iam fortes demais para mim.

Os km 10 e 11 foram os que antecederam o retorno, e o vento estava ainda mais forte aqui.

Já um pouco cansado, fiz estes a uma média de 4:05.

Ao fazer o retorno, encontro de novo o Nuno André.

"Bora Nuno siga lá." disse eu.

"Não estou com essa pedalada." respondeu ele.

A verdade é que......................... já sabem o que vou dizer não é ? :)

A verdade é que pouquíssimo tempo depois lá ele se chega ao meu lado e lá começa a fugir de novo.


(Não se vê o dorsal dele, mas ele tinha)

E novamente veio o banho de apoio da malta Vicentina.

Apesar de já estar a voltar, parecia que o vento não nos largava.

Não estava tão forte como na vinda, mas mesmo assim fazia mossa. 

Voltei a correr abaixo dos 4m/km mas só até ao km 17.

Aí sim, não estando a morrer longe disso, senti que já não tinha pedalada para ir abaixo dos 4.

O vento acima de tudo, e as inclinações ao longo do percurso começavam a pesar.

(km 17) 4:02 / (km 18) 4:05 / (km 19) 4:15 !!!

Felizmente ao entrar no km 20 era a descer até à meta... Uffaaaa...

Pensei "Ok já está feita..."

Mesmo à chegada da Baía de Cascais lá estava de novo a nossa claque a dar um último apoio ;)

Atravessei a meta com o tempo líquido de 1h24m15s e uma média de 3:59.

Segunda meia do ano e ambas abaixo dos 4. :) :)

Olhando bem não foi tão mau como me pareceu durante a minha luta mental com o vento, e vendo depois, fiz a minha 3ª melhor marca na distância... Catita :)

Após a prova fui ter a nossa claque e ainda cheguei a tempo de apoiar mais uns quantos.

Lembram-se de ter falado do David no início de não estar muito animado ?

Bateu o seu recorde ! E a Sara também, e o Paulo Ribeiro, e a Rita Ribeiro, e o Pedro Canela, e o Pedro Cardoso, e a Brigitte, e a Susana Amorim e mais umas sei lá quantas pessoas ah ah ah ah.

Disse na brincadeira que quase me sentia mal/envergonhado de não ter batido também o meu recorde :D :D 

Aquilo foi um Euro-milhões de recordes que nunca tinha visto... se calhar sou só eu que me dou mal com vento ah ah ah 

Na volta ainda andamos um pouco às voltas à procura do carro :D


Bom pessoal ! Março já cá canta e este domingo tenho a Maratona de Barcelona.

Vamos ver como corre.

3º Objectivo fazer 3h05m

2º Objectivo bater o meu recorde 3h10m25s

1º Objectivo divertir-me mesmo não atingindo os outros objectivos.


Até já !